SOBRE O CURSO

OBJETIVO

Capacitar profissionais das áreas administrativas e de saúde a desenvolver, exercer e construir competências técnicas e habilidades esperadas no campo de atuação da saúde pública; Proporcionar princípios para a reflexão sobre os conceitos correspondentes às subáreas constitutivas da saúde pública; Enfatizar a atenção básica e a promoção da saúde em suas bases políticas e sociais numa visão crítica sobre a saúde pública, capacitando o aluno para a identificação de problemas prioritários na área e buscando soluções criativas para os mesmos; Aplicar técnicas e instrumentos adequados às características da situação da saúde, reorganizando a sua prática, norteada pelo Sistema Único de Saúde – SUS; Capacitar profissionais das áreas administrativas e de saúde para atuar no gerenciamento de unidades hospitalares e básicas de saúde; Desenvolver habilidades voltadas para a obtenção de novos conhecimentos através da prática da investigação científica;

PÚBLICO-ALVO

Administradores, gestores e profissionais de saúde.

MERCADO DE TRABALHO:

O Profissional poderá atuar de forma interdisciplinar nos diferentes níveis de atenção à saúde da mulher.

SOBRE OS MÓDULOS:

A Sulamérica Faculdade oferece aos alunos deste curso a oportunidade de cursar 8 módulos presenciais com o objetivo de agregar ainda mais valor à carreira dos profissionais com Pós-Graduação em Saúde da Mulher.

Carga Horária Total: 360h

METODOLOGIA:

O curso estimula a reflexão e o desenvolvimento de competências profissionais da área, permitindo ao aluno simular situações reais da rotina de trabalho. Para isso, serão propostos exercícios práticos, estudo de casos, diálogos, trabalhos em grupo, debates, fóruns, entre outras atividades.

Duração do Curso

18 meses

Grade Curricular

SISTEMAS, POLÍTICAS E ECONOMIA DA SAÚDE (40 horas)

Discute a concepção de sistema de saúde e o Sistema Único de Saúde, considerando o seu percurso histórico, legislação, princípios, organização e financiamento. Problematiza o papel e o contexto da saúde suplementar. Aborda as políticas públicas como desdobramento da gestão em saúde. Articula a compreensão do sistema de saúde brasileiro com aspectos microeconômicos. Discute a judicialização como resultado da organização do sistema de saúde.

GESTÃO DE SERVIÇOS DE ATENÇÃO E LOGÍSTICA EM SAÚDE (32 horas)

Apresenta o contexto contemporâneo da atenção à saúde no Brasil, abordando os conceitos de rede, necessidades, vigilância e epidemiologia. Discute o conceito, a infraestrutura e a organização dos equipamentos de saúde para a compreensão do sistema de compras, gestão de órteses, próteses, medicamentos e materiais especiais e do rastreamento de medicamentos.

GOVERNANÇA CORPORATIVA E GESTÃO ESTRATÉGICA (32 horas)
Analisa a evolução das abordagens teóricas da administração, em sua perspectiva histórico-social, avaliando seus impactos nas organizações de saúde. Analisa a arquitetura organizacional para o desenvolvimento de estratégias alinhadas à missão, visão e valores. Discute os modelos e apresenta ferramentas para a gestão estratégica em saúde, nos setores público e privado. Apresenta o uso de indicadores como subsídio para tomada de decisão no planejamento, monitoramento e avaliação de ações nos serviços de saúde. Aborda a gestão participativa. Apresenta os conceitos e princípios da governança corporativa, fundamentando as melhores práticas, desempenho e longevidade das organizações, frente às necessidades e expectativas dos stakeholders, desafios e oportunidades do mercado.

GESTÃO DE PESSOAS E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL EM INSTITUIÇÕES DE SAÚDE (32 horas)

Apresenta e discute a dinâmica dos comportamentos, interações e inter-relações entre os atores, na perspectiva psicossocial das organizações. Relaciona a cultura das organizações, com as relações de poder, clima organizacional e mediação de conflitos, na perspectiva sócio-política e histórica, para a compreensão da realidade objetiva e subjetiva, na gestão de pessoas. Problematiza os modelos de recrutamento, seleção, contratação e remuneração para a gestão estratégica de pessoas. Discute o desenvolvimento de competências profissionais frente às mudanças de cenários e contextos. Aborda a gestão do capital intelectual e a aprendizagem organizacional. Discute o mercado de trabalho em saúde e as questões relacionadas à fixação de profissionais. Aborda a qualidade de vida no trabalho e a gestão da diversidade e da inclusão.

PLANEJAMENTO FÍSICO-FUNCIONAL E HOTELARIA EM SAÚDE (24 horas)

Discute conceitos básicos de Arquitetura e Hotelaria, aplicados ao contexto da saúde, como elementos para humanização dos ambientes e serviços, bem como diferencial no mercado. Aborda o planejamento físico-funcional e a hotelaria em saúde sob a perspectiva da sustentabilidade e da responsabilidade socioambiental. Apresenta as normas legais e regulatórias para a construção, ampliação e reforma de estabelecimentos de saúde. Discute a hospitalidade e a governança dos serviços e as oportunidades relacionadas ao turismo em saúde.

TECNOLOGIAS, INFORMAÇÃO E INOVAÇÃO EM SAÚDE (32 horas)

Discute o valor da informação e problematiza o impacto de sistemas de informação fragmentados e artesanais para a gestão em saúde. Problematiza a incorporação das tecnologias em saúde pelos sistemas e serviços sob a perspectiva das fontes pagadoras e do contexto sócio-político-econômico. Apresenta a avaliação e a prática baseada em evidências como instrumentos imprescindíveis para a tomada de decisão quanto à incorporação tecnológica no setor saúde.

GERENCIAMENTO DE PROJETOS (24 horas)

Apresenta a teoria, técnicas e práticas da gestão de projetos segundo a metodologia do Project Management Institute (PMI) aplicadas ao contexto social e estrutural das organizações de saúde, visando o alcance da excelência em resultados.

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I: METODOLOGIA DE PESQUISA CIENTÍFICA (24 horas)

Discute os paradigmas da ciência e a construção do conhecimento científico, por meio da abordagem dos diferentes métodos de pesquisa, oferecendo instrumentais para a elaboração do trabalho de conclusão de curso.

GESTÃO DE QUALIDADE, RISCOS E SEGURANÇA DO PACIENTE (24 horas)

Aborda a gestão da qualidade nas organizações de saúde e os programas de certificação e acreditação. Discute o uso de ferramentas da qualidade. Problematiza o gerenciamento de riscos sob a perspectiva da Organização Mundial de Saúde. Aborda os conceitos e classificação de riscos, incidentes e eventos, bem como a sua identificação, prevenção e notificação. Contextualiza a temática internacional sobre a segurança do paciente, a fim de promover a gestão e a melhoria contínua nos processos e serviços de saúde e garantir uma assistência de qualidade.

GESTÃO DE CUSTOS, FINANÇAS E RESULTADOS EM SAÚDE (40 horas)

Aborda os conceitos de contabilidade, métodos de custeio, sistemas de pagamento e formas de remuneração utilizados em serviços do setor público, complementar e suplementar, bem como o impacto do uso progressivo dos recursos e dos seus elevados custos sobre as finanças dos sistemas e estabelecimentos de saúde. Discute as potencialidades para o controle dos riscos e para a maximização dos resultados, com vistas a subsidiar a tomada de decisão estratégica a partir da análise e discussão de relatórios financeiros. Problematiza da prática gerencial profissionalizada com foco em resultados econômico-financeiros, considerando o contexto do modo de produção capitalista.

MARKETING E RELACIONAMENTO EMPRESARIAL (32 horas)

Apresenta e discute os conceitos de marketing, comunicação e relacionamento com stakeholders, na perspectiva sociopolítica e econômica. Contextualiza o credenciamento de prestadores de serviços e as fontes pagadoras. Problematiza o processo de negociação, a ética e conflito de interesses em saúde. Analisa a gestão de contratos. Discute os direitos do consumidor e dos usuários de serviços de saúde, embasando uma estratégia de negócios ética, resolutiva e socialmente responsável.

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO II: DESENVOLVIMENTO DE PESQUISA CIENTÍFICA (24 horas)

Acompanha o desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso, a fim de proporcionar a construção do conhecimento, a partir de uma análise crítico-reflexiva sobre as produções científicas disponíveis em bases eletrônicas.